Projetos

Saiba mais sobre nossos projetos!

Vacinação

Objetivos: Auxiliar a equipe de enfermagem do Hospital São Paulo na Campanha de Vacinação contra Influenza 2020.

Número de alunos participantes: 40 (presencial)

Ações: Auxiliar a unidade CRIE-UNIFESP na aplicação das vacinas, bem como na organização logística dos pacientes, a fim de evitar aglomerações. Organizar e colaborar com campanhas de vacinação externas, como na Comunidade Mário Cardim e em Batalhões da Polícia Militar.

Seguimento de pacientes da UIR

Objetivos: Acompanhar a evolução dos pacientes atendidos, promovendo um cuidado longitudinal, solucionando dúvidas e evitando retornos desnecessários ao Pronto Socorro, além de avaliar pacientes que necessitem de retorno.

Número de alunos participantes: 34 (não presencial)

Ações: Ligações realizadas diariamente para pacientes previamente atendidos na Unidade de Infecção Respiratória do Pronto-Socorro do Hospital São Paulo, buscando avaliar o quadro do paciente, fornecer orientações sobre cuidados e sinais de alerta e, se necessário, encaminhar novamente à Unidade.

Arrecadação de doações - Depósito

Objetivos: Receber e organizar os doações materiais

Número de alunos participantes: 51 (presencial)

Ações: Todos os dias, em horário comercial, há um aluno recebendo doações no depósito de materiais, entre equipamentos de proteção individual (EPI), insumos e outros materiais utilizados no ambiente hospitalar, para catalogá-los e organizá-los. Assim, mantém-se o depósito organizado e bem estruturado para as retiradas de materiais para o Hospital São Paulo.



Trabalho científico: Plasma

Objetivos: Avaliar o efeito terapêutico do uso de plasma convalescente em pacientes graves internados por COVID-19

Número de alunos participantes: 11 (não presencial)

Ações: A pesquisa consiste em rastreamento de pacientes com teste PCR para coronavírus (SARS-CoV-2) positivo e, posteriormente, em contato telefônico com esses pacientes, visando à coleta de plasma quando possível. A terapia baseia-se na coleta de plasma sanguíneo de um paciente com provável imunidade adquirida, a fim de transfundi-lo em um doente crítico. A intenção é que os anticorpos presentes neste material biológico auxiliem um doente grave no combate ao vírus. O grupo de alunos responsável acompanhará doadores e receptores do plasma enquanto a pesquisa estiver ativa.

Outros projetos em atividade:

Captação de produtores de EPIs

Objetivos: Busca ativa de empresas ou pessoas que possam produzir EPIs

Número de alunos participantes: 15 (não presencial)

Ações: O grupo fez busca ativa por empresas, microempresários, alunos e autônomos que pudessem produzir máscaras, aventais, face shields, entre outros materiais. Além disso, esse grupo é responsável por organizar a demanda de materiais e buscar as normativas para que sejam feitos de acordo com as recomendações no Ministério da Saúde.

Trabalho científico: Hidroxicloroquina

Nome: Projeto Mário Pinotti II

Objetivos: Avaliar os efeitos da Cloroquina/Hidroxicloroquina na infecção pelo COVID-19 em pacientes com doenças reumáticas imunomediadas.

Número de alunos participantes: 26 (não presencial)

Ações: Consiste em contatos telefônicos seriados com mais de 500 pacientes que acompanham nos serviços de Reumatologia em todo o país, incluindo também as pessoas que com eles residem. Coordenados pela UNIFESP, os grupos realizam coleta de dados sobre sintomas ou contatos com casos suspeitos/confirmados de COVID-19. Dessa forma, buscamos entender melhor se o uso de Cloroquina/Hidroxicloroquina previne formas graves ou apresenta efeito terapêutico na fase inicial da doença.

Campanha de arrecadação de alimentos

Objetivos: Arrecadar alimentos para a Comunidade Mário Cardim

Número de alunos participantes: 5 (não presencial)

Ações: Foram desenvolvidos flyers de divulgação e alocados postos de coleta de alimentos em condomínios da Vila Clementino. As doações serão destinadas à Comunidade Mário Cardim.

Mapeamento COVID-19 entre alunos

Objetivos: Identificar os alunos que apresentam sintomas compatíveis com o novo coronavírus para acolhê-los e fornecer o suporte médico ou não-médico adequado.

Número de alunos participantes: 2 (não presencial)

Ações: Foi enviado um formulário a todos os discentes para mapear os alunos no começo da pandemia e da suspensão das aulas, e realizado o acolhimento daqueles que apresentavam sintomas. Nova estratégia foi iniciada para acompanhar e acolher os novos casos que surgirem, novamente disponibilizando suporte necessário. Em parceria com a Escola Paulista de Medicina e o Hospital São Paulo, uma ambulância e um carro, além de equipes próprias, estão disponíveis para realizar a assistência domiciliar se necessária.

Material educacional para comunidade

Objetivos: Produzir flyers educativos para conscientização da comunidade

Número de alunos participantes: 12 (não presencial)

Ações: Produção de flyers e artes visuais de fácil compreensão, com o objetivo de conscientizar e orientar a comunidade sobre os cuidados com o coronavírus.

Material educacional para profissionais da saúde

Objetivos: Produzir vídeos institucionais

Número de alunos participantes: 12 (parte presencial e parte não presencial)

Ações: Produção de vídeos instrutivos e institucionais, com ajuda de renomados professores da Escola Paulista de Medicina, com o objetivo de tornar o material acessível para os demais alunos, médicos e pacientes.

Mídias sociais

Objetivos: Divulgação do projeto e arrecadação de doação para o Hospital São Paulo

Número de alunos participantes: 8 (não presencial)

Ações: Criação de site e Instagram próprios, para a divulgação dos projetos realizados pelo Voluntariado, recrutamento de voluntários e arrecadação de doação em materiais e em dinheiro para o Hospital.

Valorização dos funcionários

Objetivos: Criar um ambiente de trabalho mais acolhedor e receptivo para nossos funcionários, tanto na chamada linha de frente quanto na parte administrativa.

Número de alunos participantes: 7 (não presencial)

Ações: Para atingirmos o intuito do projeto, realizamos duas estratégias bem definidas: postagens de exaltação e agradecimento a esses trabalhadores em nossas variadas mídias sociais; e dispomos de um grupo de voluntários em busca ativa por doações de refeições a estes funcionários durante seus períodos de atividade.

Projeto cultural

Nome do Projeto: Concurso Cultural: O indivíduo perante a quarentena

Objetivos: Promover o bem-estar físico e mental dos alunos de toda a comunidade da Escola Paulista de Medicina (EPM) através de variadas expressões artísticas. A ideia é criar um ambiente de troca e integração virtual dos estudantes em quarentena, incentivando a prática e divulgação de atividades diversas de cunho cultural.

Número de alunos participantes: 5 (não presencial)

Ações: Voltado aos alunos, este projeto incita, por meio de um concurso com prêmios, a postagem de expressões artísticas dos estudantes em 3 categorias diferentes: fotografia/desenho, texto e música.

Próximos projetos

Mapeamento geográfico dos pacientes

Objetivos: Localizar espacialmente os pacientes confirmados para COVID-19 do Hospital São Paulo

Número de alunos participantes: 3 (não presencial)

Ações: ainda em estágio inicial, consiste na identificação dos pacientes com resultados positivos do Hospital São Paulo e a obtenção do endereço dos mesmos, criando um mapa dos casos na Grande São Paulo.

Triagem SEFRAS

Objetivos: Triar os moradores de rua que frequentam a Missão SEFRAS, a fim de isolar os sintomáticos e encaminhá-los para unidade básica de saúde ou pronto-socorro, se necessário.

Número de alunos participantes: 20 (presencial)

Ações: Triar moradores de rua que frequentam a Missão do SEFRAS. A triagem será feita com base na temperatura e avaliação de sintomas. Os indivíduos sintomáticos serão orientados sobre medidas de isolamento e, se necessário, encaminhados para as unidades de saúde da região. Além disso, serão distribuídas máscaras para essa população. As ações são feitas em parceria com a subprefeitura local.

Canal de comunicação para alunos e residentes

Objetivos: Criação de canal de comunicação para dúvidas sobre COVID19 e sintomas para alunos e residentes da EPM

Número de alunos participantes: 10 (não presencial)

Ações: Criar o canal de comunicação, organizar as plataformas e a equipe de professores e médicos, além de organizar plataformas online de atendimentos por vídeo e telemedicina.